Português English Français
 

Obras CONDURIL em Moçambique

De entre as várias obras desenvolvidas em Moçambique, destacamos as seguintes:

Label18

Reabilitação de regadio - Chókwè

Identificação Reabilitação de canais secundários e valas principais do Chókwè
Localização Chókwè - Moçambique
Descrição Reparação de canais, substituição e/ou colocação de condutas e comportas
Prazo 2005
Participação 100%
Dono Hidráulica do Chókwè
Label19

Dragagem e limpeza da Ribeira de Anguluzane - Xai-Xai

Identificação Dragagem e Limpeza da Ribeira de Anguluzane, na região de Xai-Xai
Localização Xai-Xai
Descrição Regularização da Ribeira de Anguluzane, consistindo em reperfilamento da secção transversal e execução de estradas rurais
Prazo 2003/2004
Participação 100%
Dono MOPH - ANE
Label20

Reabilitação da EN1 (Lote 1) - Maxixe/ER520

Identificação Reabilitação da EN1 entre Maxixe e a ER520 – (Lote 1)
Localização Maxixe
Descrição Reparação e alargamento do troço Maxixe – Massinga, inserido na estrada nacional EN1, com um comprimento de 70 km, incluindo trabalhos de desminagem; terraplenagens; consolidação de solos por execução de solo- cimento; pavimentação com revestimento superficial duplo; drenagens e reforço e reparação de pontes e viadutos
Prazo Maio 2004 / Julho 2007
Participação 100%
Dono MOPH - ANE
Label21

Construção de uma Estação de tratamento de águas - Tete

Identificação Construção de uma Estação de tratamento de águas em Tete
Localização Cidade de Tete
Descrição A obra consistiu na construção de uma ETA para remoção de oxido de ferro e de uma torre com uma capacidade de armazenamento de 128m3 de água, a torre tinha 30m de altura.

O Dono de obra era a DNA (Direcção Nacional de Águas), sendo financiada pela Embaixada da Dinamarca
Prazo 01/04/2005 a 28/02/2006
Participação 100%
Dono Direcção Nacional de Águas
Label128

Manutenção da estrada R403 Catembe / Bela Vista (43 Km) durante o período de 3 anos

Identificação ANE – Delegação de Maputo
Localização Maputo
Descrição A obra consiste na manutenção de rotina da estrada R403 Catembe-Bela Vista durante 3 anos incluindo os seguintes trabalhos: a) Base de Solos estabilizados mecânicamente DMT 15 km; b) Regularização, rega e compactação; c) Construção de aquedutos, incluindo laje fabricada in situ Escavação e aterro; d) Abertura de valetas, sanjas e saídas de aquedutos; e) Passagem de niveladora; f) Escavação a nível, regularização e compactação da base usando material escavado das valetas e lateralmente.
Prazo Abr. 2007 / Dez. 2009
Participação 100%
Dono
Label129

Construção da Ponte de Lugela

Identificação Construção da Ponte de Lugela
Localização Lugela
Descrição O projecto consiste na construção da ponte sobre o rio Lugela, com a extensão de 270 m (8 x 33,75 ) e respectivas estradas de acesso (1700 m ). A ponte tem uma faixa de rodagem em cada sentido e passeios de ambos os lados. As principais actividades desta obra são,
1. Desminagem
2. Estradas de acesso:
2.1. Terraplenagem
2.2. Drenagem, incluindo a reabilitação e extensão de alguns box-culverts axistentes
2.3. Pavimentação com double-seal
3. Ponte:
3.1. Estruturas de betão armado e pré-esforçado
3.2. Acabamentos
Prazo Out.2005 / Jun. 2008
Participação 100%
Dono ANE
Label130

Construção de pontes em estradas rurais nas províncias de Zambézia e Tete

Identificação Construção de pontes em estradas rurais nas províncias de Zambézia e Tete
Localização Zambézia
Descrição A obra consiste na execução de 3 pontes, nomeadamente:

1- Licungo III: Ponte com uma extensão de 80,70ml, altura de 5,00m, com fundações indirectas com estacaria tipo "cravação" (comp. entre 12 a 15m, A=0,40 x 0,40m, 78un de estaca). O Tabuleiro é constituído por quatro vãos com quatro vigas cada e cada viga pesa aprox. 40 Ton. Betão = 940 m3; Aço = 121 Ton; Cofragem: 867m2 (Cofragem mista) com a excepção da cofragem para Vigas pré-fabricadas; Pré-esforço: Longitudinal com quatro strands cada Viga e Tranversal na zona das carlingas e na secção de toda a alma da viga.

2- Licungo II: Ponte com uma extensão de 50,00ml, altura de 5,00m, com fundações indirectas com estacaria tipo "perfuração" (comp. entre 10m a 17m, D=2,00m, 3un de estaca). O Tabuleiro é constituido por dois vãos com quatro vigas cada e cada viga pesa aprox. 47 Ton. Betão: Aprox = 403 m3; Aço = 44 Ton; Cofragem: 445 m2 (Cofragem mista) com a excepção da cofragem para Vigas pré-fabricadas; Pré-esforço: Longitudinal com quatro strands cada Viga e Tranversal na zona das carlingas e na secção de toda a alma da viga.

3 - Cuacua I: Ponte com uma extensão de 110,00ml, altura de 8,50m, com fundações indirectas com estacaria tipo "cravação" (comp. entre 14 a 17,5m, A=0,40 x 0,40m, 68un de estaca). O Tabuleiro é constituido por cinco vãos com três vigas cada e cada viga pesa aprox. 40 Ton. Betão = 965m3; Aço = 124 Ton; Cofragem: 1756m2 (Cofragem mista) com a excepção da cofragem para Vigas pré-fabricadas; Pré-esforço: Longitudinal com quatro strands cada Viga e Tranversal na zona das carlingas e na secção de toda a alma da viga.
Prazo Set.2008
Participação 100%
Dono KONOKE
Label131

de Construção e reabilitação das pontes sobre os Rios Nhancuarara, Lucite e Mussapa

Identificação de Construção e reabilitação das pontes sobre os Rios Nhancuarara, Lucite e Mussapa
Localização Manica
Descrição O projecto consiste na construção de três pontes na província de Manica, com uma extensão total de 440 m e na demolição das antigas. No rio Nhancuara terá uma ponte com 60 m de extensão assente em fundação directa. Os seus dois pilares e encontros têm uma altura média de seis metros. Para a sua construção são necessários 1.500 m3 de betão armado e 220 toneladas de aço. A ponte de Lucite, com 220 m de extensão, é completamente assente em fundação directa. Os seus dez pilares e encontros têm uma altura média de nove metros. Na construção desta ponte, são necessários 3.500m3 de betão armado e 520 toneladas de aço. A ponte de Mussapa, com 15 metros de altura e comprimento total de 160m, tem um dos encontros assente em fundação directa e o outro, à semelhança dos seus sete pilares, em fundação indirecta. Na estrutura definita haverá 3.550m3 de betão armado e 530 toneladas de aço. Os tabuleiros, de natureza similar em todas as pontes, com vãos de 20 m entre pilares, são assentes em vigas pré-fabricadas e pré-laje, providenciando uma faixa de rodagem com 7,20m de largura.
Prazo Março.2008
Participação 100%
Dono ANE
Label132

Reabilitação e construção da Avenida General Sebastião Marcos Mabote

Identificação Reabilitação e construção da Avenida General Sebastião Marcos Mabote
Localização Maputo
Descrição Os trabalhos consistem na reabilitação e construção da Avenida General Sebastião Marcos Mabote numa extensão total de 5,8 Km com uma secção transversal de 16 metros constituída por duas faixas de rodagem em cada sentido. A reabilitação e construção desta avenida inclui a construção de valas e outras estruturas de drenagem, lancil, construção de passeios, aumento da actual capacidade de drenagem para eventuais situações de cheias, construção de box-culverts para substituição dos drifts existentes, reconstrução das camadas de base e sub-base da estrada e colocação da camada de desgaste em pavêt, construção de paragens de taxis e autocarros.
Prazo Out.2007/Jan.2009
Participação 100%
Dono Conselho Municipal da Cidade de Maputo
Label133

Reabilitação das Infraestruturas ao longo da linha férrea do Limpopo

Identificação Reabilitação das Infraestruturas ao longo da linha férrea do Limpopo
Localização Provincia de Maputo e Provincia de Gaza
Descrição O projecto consiste na Reabilitação das infraestruturas ao longo da linha férrea do Limpopo, nomeadamente os trabalhos de construção civil em todos os edifícios das estações da Manhiça, Magude, Chòkwé, Mabalane, Combomune, M´Púzi, Mapai e Chicualacuala e reposição dos sistemas de abastecimento de água e fornecimento energia eléctrica; A Natureza dos trabalhos apresentados é como abaixo se descrimina, sendo a) Construção civil: reparação geral de rebocos em paredes, betonilhas em pavimentos, carpintarias, serralharias, coberturas e pinturas; b) Abastecimento de água: reposição de todo o sistema de abastecimento de água às estações e às populações residentes nas áreas adjacentes através de fontanários. Foram reabilitados e/ou construídos furos para a captação de água; c) Energia: foi reabilitado todo o sistema de abastecimento de energia eléctrica às estações, bem como no seu exterior, ao longo da linha férrea, entre as agulhas. No caso das estações de Mabalane, Combomune, M´Púzi, Mapai e Chicualacuala, foram instalados grupos geradores para o fornecimento de energia eléctrica.
O principal obstáculo na execução dos trabalhos de empreitada consistiu na sua logística, em função da longa distância em que a obra se estende. Entre as estações mais extremas, de um ponto de vista geográfico, Manhiça a Chicualacuala, percorre-se uma distância de 520 km.
Prazo Fev. 2008 / Dez. 2009
Participação 100%
Dono CFM – Caminhos de Ferro de Moçambique
Label134

Reabilitação de emergência da rede de drenagem da cidade de Quelimane

Identificação Reabilitação de emergência da rede de drenagem da cidade de Quelimane
Localização Quelimane
Descrição A empreitada consiste na reabilitação de emergência do sistema de drenagem da cidade de Quelimane, na Província de Zambézia no prazo estabelecido de 160 dias. As principais actividades a serem executadas são: cerca de 2.000ml de assentamento de tubagens PVC, 645 ml de assentamento de manilhas de betão, 2.940,00 ml de lancis assim como a construção de caixas e sarjetas e a limpeza da rede actual.
Prazo Jan. / Set. 2008
Participação 100%
Dono DNA - Direcção Nacional de Aguas
Label135

Reabilitação e Construção da Rua Mário Coluna

Identificação Reabilitação e Construção da Rua Mário Coluna
Localização Maputo
Descrição Os trabalhos consistem na reabilitação e construção da Rua D.ª Alice numa extensão total de 700 m com uma secção transversal de 7,5 metros constituída por uma faixa de rodagem em cada sentido. A reabilitação e construção desta avenida inclui a construção de valas, lancil, construção de passeios, reconstrução das camadas de base e sub-base da estrada e colocação da camada de desgaste em pavêt, construção de paragens de taxis e autocarros.
Prazo Jan./Fev. 2009
Participação 100%
Dono Conselho Municipal da Cidade de Maputo
Label136

Reabilitação do Saneamento da Beira

Identificação Reabilitação do Saneamento da Beira
Localização Beira
Descrição A presente empreitada adjudicada ao consórcio CMC-Conduril JV é composta por quatro lotes no âmbito da reabilitação da rede de esgotos e de drenagem de águas pluviais da cidade da Beira pelo prazo contratual de 30 meses. O lote 1 consiste na limpeza, inspecção “CCTV” (Sistema câmara de inspecção em circuito televisivo fechado) e renovação não intrusiva das redes (18.075.965,06€); o lote 2 consiste na execução da primeira fase de tratamento das águas de esgotos (ETAR de processo biológico) através da formação de lagoas anaeróbias, facultativas e de maturação (13.719.453,93€); o lote 3 consiste na substituição de condutas de saneamento (3.422.657,88€) e o lote 4 consiste na reabilitação de 4 estações elevatórias (EE), 11 postos de bombagem (PB) e das saídas para o mar (7.234.836,71 €).
Prazo Set.2007 – 2012
Participação 100%
Dono DNA – Direcção Nacional de Águas
Conheça os dados financeiros da CONDURIL Descubra o nosso
Laboratório Central Acreditado
Confira as distinções
atribuídas à CONDURIL
Saiba de que forma a CONDURIL aposta na Qualidade e Segurança